Solto

Fundador da Ricardo Eletro é solto após prestar depoimento

Justiça liberou empresário após pedido formal feito pela defesa dele

Ricardo Nunes

Ricardo Nunes

O empresário Ricardo Nunes, fundador do grupo varejista Ricardo Eletro, foi solto pela Justiça na tarde desta quinta-feira (9) após prestar depoimento por três horas ao Ministério Público de Minas Gerais. Nunes estava detido desde a manhã de quarta-feira (8), no âmbito da operação “Direto com o dono” que investiga a suspeita de sonegação de impostos pelo empreendedor.

Preso em São Paulo, Ricardo foi levado de avião para Belo Horizonte, de onde seguiu para o Centro de Remanejamento de Presos (Ceresp) em Contagem, na Região Metropolitana de BH. Ao ser solto, o empresário afirmou que tudo foi esclarecido e que fará uma live na próxima segunda-feira (13) para explicar a situação.

A soltura foi confirmada após um pedido formal feito pela defesa, ao fim do depoimento. Aceita pelo promotor que acompanha o caso, o pedido foi deferido, em seguida, pelo juiz da ação.

– Depois que o Supremo entendeu que não podia mais haver condução coercitiva, lamentavelmente tem ocorrido essas situações. O investigado é preso apenas para prestar depoimento, quando poderia ter sido intimado – disse o advogado do empresário, Marcelo Leonardo.

Resultado de força-tarefa composta pelo MP mineiro, pela Receita Estadual e pela Polícia Civil, a operação “Direto com o dono” foi realizada com objetivo de combater sonegação fiscal e lavagem de dinheiro. Apesar de Nunes não participar diretamente da gestão da empresa desde 2015, há suspeitas de que ele mantivesse influência sobre as atividades da família.

A filha do empresário, Laura Nunes, e o superintendente da Ricardo Eletro, Pedro Daniel, também foram presos na quarta-feira, mas foram soltos no mesmo dia após prestarem depoimento.

Fonte: PLENO.NEWS

Dê sua opinião: