QUEBRA CONTRATUAL

Ricardo Oliveira alega dano moral e atraso salarial

Atacante move ação trabalhista de R$ 3,7 milhões e tem decisão favorável; ele acusa Galo de assédio moral com pedido de indenização; possível destino é um retorno ao Santos

Ricardo Oliveira

Ricardo Oliveira

O Atlético-MG, desde maio, não conta mais com Ricardo Oliveira, e, na Justiça do Trabalho, o experiente centroavante conseguiu decisão favorável, ainda que provisória, para romper o vínculo que tinha com o clube mineiro - o contrato iria até dezembro. Por meio de liminar, e alegando atrasos salariais, o jogador foi liberado do contrato junto ao Galo e poderá assinar com outra equipe. O clube mineiro ainda pode recorrer da decisão (ainda não foi notificado) e derrubar a liminar, ainda que o atleta esteja fora dos planos.

Fonte: Globo Esporte

Dê sua opinião: